• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Liminar do Sindicato da Saúde veta novas demissões em Rio Preto

Durante audiência pública, novo secretário de Saúde, Adilson Vedroni, confirmou 50 demissões de funcionários do setor ligados ao convênio com a Funfarme. Pasta tem o interesse de demitir outros 109 trabalhadores, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de São José Rio Preto (SP) conseguiu com uma liminar, expedida nesta terça-feira (27), que veta novas demissões de funcionários do setor, ligados ao convênio entre a Prefeitura e a Funfarme.
📲 Participe do canal do g1 Rio Preto e Araçatuba no WhatsApp
Nesta quarta-feira (28), o novo Secretário de Saúde de Rio Preto, Adilson Vedroni, confirmou a demissão de 50 trabalhadores relacionados ao setor da saúde, entre eles técnicos e administrativos, que foram desligados e já cumprem aviso prévio.
Ao todo, 1.208 profissionais prestam serviço através do convênio entre Prefeitura e Funfarme. O objetivo da pasta é reduzir o quadro com mais 109 demissões, agora, momentaneamente, impedidas pela liminar. A redução traria uma economia de R$ 1.200 mi por mês.
Durante a audiência pública da Secretaria da Saúde, realizada na Câmara dos Vereadores, Vedroni justificou as demissões. “É uma adequação ao ajuste orçamentário e com o Tribunal de Contas do Estado”, afirmou.
O secretário também comentou que as demissões não vão impactar a saúde do município, mesmo com os casos de dengue aumentando diariamente na cidade. “Não vai prejudicar a população. Vamos reorganizar para atender a todos”, disse.
Em nota, a Funfarme/Hospital de Base esclarece que é de inteira responsabilidade da Prefeitura de Rio Preto, através da Secretaria Municipal de Saúde, a definição da estrutura dos serviços objeto do convênio, o que inclui a definição e eventuais alterações no número de profissionais.
Portanto, a decisão sobre a redução do número de profissionais é de inteira responsabilidade da Prefeitura de Rio Preto, cabendo à Funfarme/Hospital de Base, como prestadora do serviço, executar de acordo com a decisão do Poder Público Municipal.
A Funfarme reitera seu compromisso em oferecer o melhor atendimento de saúde à população através das unidades de seu complexo hospitalar e dos convênios firmados, como este com a Prefeitura de Rio Preto.
Sobre a liminar, a Funfarme afirma que ainda não foi notificada pela Justiça.
Veja mais notícias da região no g1 Rio Preto e Araçatuba
VÍDEOS: confira as reportagens da TV TEM
Adicionar aos favoritos o Link permanente.