Polícia prende suspeitos, e governo promete reforçar segurança após ataques com mortos e baleados em Fortaleza


No momento da captura suspeitos quebraram os celulares. Governador cogita pedir apoio das forças nacionais. Comitê se reúne pra debater segurança no Ceará
Dois homens foram presos, na manhã deste sábado (22), por suspeita de envolvimento no ataque a tiros que deixou dois mortos e nove crianças e adolescentes baleados na Areninha do Jardim Violeta, um campo de futebol no Bairro Barroso, em Fortaleza.
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Ceará no WhatsApp
O crime aconteceu nesta sexta-feira (21). Na mesma noite, um entregador e o cliente de uma pizzaria foram assassinados a tiros em outro ponto da cidade. Após esses episódios de violência, o governador do Ceará, Elmano de Freitas, divulgou um vídeo se solidarizando com as vítimas e afirmou que vai reforçar a segurança. Ele cogitou também pedir apoio das forças nacionais. (Veja o vídeo mais abaixo)
Tiroteio deixa nove crianças e adolescentes baleados em Fortaleza; menino morreu
“Ao tempo em que me solidarizo com as famílias dessas vítimas, com o sofrimento pelo qual passam neste momento, afirmo que esses ataques não intimidarão as forças de segurança do Ceará e as nossas Instituições. Pelo contrário, as ações e operações policiais serão ainda mais intensificadas, e todos esses criminosos serão identificados e presos. Se necessário, não hesitarei em solicitar reforço de apoio federal nessa missão”, disse Elmano de Freitas.
Polícia se pronuncia sobre crimes em Fortaleza
Segundo o Delegado-Geral da Polícia Civil do Ceará, Márcio Gutiérrez, os dois suspeitos do ataque na areninha no Barroso são membros de uma facçãoo criminosa e estavam com mandados de prisão em aberto. Eles foram capturados na Grande Fortaleza.
“Essas pessoas capturadas são integrantes de grupos criminosos. Inclusive, no momento em que foram abordadas quebraram os aparelhos celulares buscando destruir provas, destruir informações”, disse Márcio Gutiérrez.
Ainda conforme o delegado, uma das linhas de investigação é de que o crime tenha sido praticado para intimidar a população.
“As investigações apontam preliminarmente aquele processo de intimidação daqueles grupos criminosos que usam da violência para intimidar, para coagir a população”, falou o Delegado-Geral da Polícia Civil do Estado.
Vítimas
Duas pessoas foram mortas e oito baleadas em ataque a tiros na Areninha do Jardim Violeta, no Bairro Barroso, em Fortaleza, na noite desta sexta-feira (21).
Brenda Albuquerque/ SVM
Nove crianças e adolescentes, com idades de 8 a 16 anos, foram baleados durante um ataque a tiros no Bairro Barroso. Durante a ação, uma criança de 10 anos e uma mulher, de 48 anos, morreram no local.
Os oito feridos foram encaminhados ao Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF). São três meninas, com 11, 13 e 16 anos; e cinco meninos, com 8, 9, 10, 15 e 16 anos.
Ainda conforme o hospital, o menino de 8 anos foi atingido na cabeça e está internado na UTI. Outros dois foram submetidos a cirurgias de emergência e os demais estão sendo acompanhados pelas equipes clínicas e cirúrgicas do hospital.
Equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil e dos setores da inteligência investigam o caso. A Secretaria da Segurança afirma que agentes realizam buscas na área para tentar encontrar os responsáveis pelo crime.
Apoio federal na segurança
Elmano de Freitas acrescentou que entrou em contato com o ministro Ricardo Lewandowski e cogita pedir apoio do Governo Federal. “Se necessário, não hesitarei em solicitar reforço de apoio federal nessa missão. Inclusive liguei há pouco para o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, relatando a situação.”
Conforme o governador, o aumento da violência é uma reação das facções criminosas pelo reforço ao combate à criminalidade.
“Isso ocorre na sequência da intensificação do combate ao crime que temos realizado e do anúncio de novas e mais duras medidas de enfrentamento às organizações criminosas”, afirmou.
Mulher e criança morrem em ataque a tiros em Fortaleza.
Reprodução
Assista aos vídeos mais vistos do Ceará
Adicionar aos favoritos o Link permanente.