‘Era o nosso xodó’, diz irmã de criança espancada até a morte no ES


Paloma Fernandes tinha 6 anos e foi encontrada morta dentro da casa onde morava em Cariacica, Grande Vitória. A mãe, Sônia Fernandes, estava caída ao lado da filha com ferimentos e segue internada em estado grave. Pai suspeito de matar filha é encontrado morto e mãe segue em estado grave
A família de Paloma Fernandes, de 6 anos, espancada até a morte dentro da casa que morava com o pai e a mãe, disse que ainda está tentando entender o que aconteceu. Além da perda da caçula da família, os irmãos se dividem para visitar a mãe, Sônia Fernandes, que está internada em estado grave no hospital. Mãe e filha foram encontradas caídas no chão na noite de terça-feira (18) em Cariacica, na Grande Vitória.
De acordo com a Polícia Civil, o pai, Oseas Marciel Soares, de 48 anos, é um dos principais suspeitos de ter matado a filha e agredido Sônia. Ele foi encontrado morto em uma área de mata próximo ao local onde morava no bairro Novo Brasil.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
A perícia apontou que a criança morreu devido a um corte profundo na cabeça. Segundo as investigações, as agressões foram praticadas por volta das 17h, mas a PM só foi acionada para a ocorrência à noite, após uma denúncia de um homicídio.
📲 Clique aqui para seguir o canal do g1 ES no WhatsApp
A irmã mais velha de Paloma, Jenny Fernandes, contou que a pequena sempre foi muito querida na família e também na escola onde estudava.
“Ela nasceu no dia 5 de novembro de 2017, e quando a Palominha nasceu, nasce o amor da nossa vida. Era o nosso xodó. Uma criança incrível, muito querida e simpática, as cartinhas que a gente tem recebido da escola”, relatou Jenny.
Paloma Fernandes foi espancada até a morte dentro de casa em Cariacica, Espírito Santo
Acervo pessoal
Ainda segundo a polícia, Oseas fugiu após o crime. Seu corpo foi encontrado três dias depois, na sexta-feira (21).
A menina foi enterrada na quinta-feira (20) na mesma cidade onde morava com os pais.
“O dia do enterro foi um dos dias mais difíceis da nossa vida. O que a gente vai guardar são as memórias boas dela. A gente é grato por ter vivido 6 anos de vida dela, de ter o privilegio de ter ela como nossa irmã”, comentou a irmã.
Internada em estado grave
Oseas é o principal suspeito de ter espancando a própria filha até a morte em Cariacica, Espírito Santo
Reprodução/TV Gazeta
Sônia segue internada em estado grave no Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar, os policiais encontraram a mulher viva, mas com dificuldade de falar e andar.
A vítima apresentava um afundamento na cabeça e um hematoma no tórax.
“Vou te falar a verdade, a gente esperava que ela partisse mesmo. Foram muitos traumas, principalmente na cabeça. Mas ela consegue mexer as mãos, uma das pernas. No dia seguinte a internação nós fomos visitá-la e para a nossa surpresa, a gente chegou lá e ela estava de olhos abertos. Ver essa cena foi um acalento para o nosso coração diante de tudo que a gente está enfrentando”, desabafou Jenny.
LEIA TAMBÉM:
Mãe denuncia escola após filha autista de 7 anos passar mal e dizer que recebeu ‘balinha com gosto de remédio’
Motociclista arremessado da Terceira Ponte tem morte cerebral; família decide doar órgãos
Casal é encontrado morto dentro de apartamento com sinais de violência no ES
Ao poucos, Jenny disse que ela e os irmãos percebem melhoras no quadro da mãe, mas que ainda é delicado.
“Ela está vivendo um dia após o outro, dias de milagres mesmo, lutando pela vida. Minha mãe começou a reagir com a gente, vimos que nos reconheceu, mas ainda não fala. Nossa presença é muito importante para a melhora dela, já até nos abraçou”, disse Jenny.
Pai encontrado morto
A polícia informou que um mandado de prisão estava em aberto contra Oseas desde a noite de quarta-feira (19).
O corpo do homem foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, onde exames vão determinar a causa da morte. Quando forem concluídas, as investigações serão encaminhadas ao Ministério Público (MPES).
Oseas Marciel Soares, de 48 anos, suspeito de espancar a filha até a morte em Cariacica, é encontrado morto. Espírito Santo
TV Gazeta
Desde o início das investigações, policiais civis apontam o Oseas Marciel Soares como principal suspeito do crime.
Jenny disse que não sabia como era a relação entre a mãe e Oseas, e se já havia algum histórico de agressões.
“A gente está em choque porque a gente não consegue acreditar. Eu não sei se acontecia e ela quis nos poupar. Nos últimos meses ela desabafou algumas coisas com alguns familiares mais próximos, mas ninguém imaginava isso”, pontuou.
Relembre o caso
Policiais militares receberam uma denúncia sobre um homicídio na noite de terça-feira (18) no bairro Novo Brasil. Quando chegaram no local encontraram Paloma Fernandes e a mãe Sônia caídas no chão da casa onde moravam.
Paloma Fernandes, de 4 anos, foi espancada até a morte em Cariacica, Espírito Santo
Acervo pessoal
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da criança.
A mãe estava com um afundamento na cabeça e um hematoma no tórax. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, em estado grave.
O pai de Paloma, Oseas Marciel Soares, não foi encontrado pela polícia na noite do crime, e foi colocado como principal suspeito desde o início das investigações.
VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo
Veja o plantão de últimas notícias do g1 Espírito Santo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.