Policial civil aposentado é preso em flagrante por suspeita de matar homem a tiros na Grande SP


Caso aconteceu no domingo em Mogi das Cruzes. Depois de confessar o crime, o suspeito foi preso e o caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil. Caso foi registrado na Central de Flagrantes, em Mogi das Cruzes
José Antônio de Assis/TV Diário
Um policial civil aposentado foi preso em flagrante no domingo (24) por suspeita de matar um homem a tiros em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi encontrada dentro de um carro estacionado no bairro Jardim São Pedro. O homem chegou a ser levado ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, mas não resistiu.
Ainda segundo o boletim de ocorrência, os policiais militares tiveram acesso a imagens do momento do crime.
De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava dentro do veículo estacionado quando um outro carro se aproximou. Uma pessoa abriu a porta do passageiro e fez vários disparos, que atingiram a vítima em diversas partes do corpo.
Os policiais localizaram o carro do suspeito na garagem de uma casa na Vila Oliveira, onde ele foi preso. Segundo a PM, ele disse que a vítima seria de uma facção criminosa.
Dentro do carro do suspeito, a Polícia Militar informou que localizou uma arma de fogo, com um projétil e três munições intactas. Depois de confessar o crime, segundo a polícia, o suspeito foi preso em flagrante e o caso foi registrado na Central de Flagrantes de Mogi como homicídio qualificado por motivo fútil.
Segundo o boletim de ocorrência, por se tratar de policial civil aposentado, a Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo foi acionada. O homem foi encaminhado à cadeia de Mogi das Cruzes.
Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê
Adicionar aos favoritos o Link permanente.