• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Concurso internacional de cartas vai premiar estudantes com até R$ 10 mil; veja como participar no interior de SP


Primeiro colocado estadual e escola receberão R$ 2,3 mil e R$ 2,5 mil, respectivamente, além dos certificados. Na etapa nacional, o vencedor e a escola ganharão R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, troféu e certificado. Melhor carta irá representar o Brasil em competição internacional em Berna, na Suíça. Concurso de cartas pretende estimular a escrita e a criatividade dos jovens brasileiros
Milton Michida/A2/Governo de São Paulo
Estão abertas as inscrições para o 53º Concurso Internacional de Redação de Cartas, destinado a estudantes de até 15 anos. No Brasil, o projeto é realizado pelos Correios.
📲 Participe do canal do g1 Bauru e Marília no WhatsApp
O concurso pretende estimular a escrita e a criatividade dos jovens brasileiros. As inscrições estão abertas até o dia 22 de março, e os resultados serão divulgados a partir de 7 de maio. Os vencedores serão premiados em dinheiro, além de receberem troféus e certificados.
As melhores cartas serão selecionadas em três etapas: escolar, estadual e nacional, antes da fase internacional conduzida pela União Postal Universal. O tema deste ano é “Escreva uma carta para as futuras gerações sobre o mundo que você gostaria que elas herdassem”.
O primeiro colocado estadual e a escola receberão R$ 2,3 mil e R$ 2,5 mil, respectivamente, além dos certificados. Na etapa nacional, o vencedor e a escola ganharão R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, troféu e certificado.
Acesse aqui o link para o site do concurso e a ficha de inscrição
A primeira colocada irá representar o Brasil na fase internacional, que fica a cargo da União Postal Universal (UPU), agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) que coordena políticas e serviços postais entre as nações e o sistema postal internacional. A competição será realizada em Berna, na Suíça.
As escolas públicas e privadas podem selecionar até duas redações de seus alunos para participar da competição. Essas cartas devem ser enviadas para a Superintendência Estadual dos Correios de São Paulo, junto com o formulário de inscrição e o Termo de Ciência e Consentimento.
Histórico
O Brasil é o segundo país mais bem colocado na competição, com três medalhas de ouro (1972, 1988 e 2006), duas de prata (1978 e 1980), duas de bronze (1992 e 2015) e seis menções honrosas (2009, 2012, 2016, 2017, 2018 e 2023). O país só fica atrás da China, que possui cinco medalhas de ouro.
Na última edição, em 2023, foram 2.482 cartas encaminhadas, sendo 1.309 escolas participantes. Destas, 397 eram de particulares e 912, públicas.
O Brasil ganhou menção honrosa com a carta de Edinayana Costa Sarmento, aluna da escola pública C.E. EM Presidente Fernando Henrique, de Monte Alegre (PA). A carta vencedora da etapa internacional foi de uma estudante do Quênia.
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista:
Adicionar aos favoritos o Link permanente.